quarta-feira, outubro 26, 2005

Medo?? Jamais...

Indecisa, baralhada, com medo e instável… Sumariamente é assim que te sentes em ralação a “nós”. Bem alguns destes aspectos só tu poderás solucionar, mas existe pelo menos um ou dois em que te posso tentar ajudar.
O medo…Impossibilita-nos de viver sonhos e aventuras e deixa-nos na ignorância de saber poderá ou poderia ter sido se a vida disser que vai acontecer alguma coisa entre nós. Isto é, se tu não tentares, pelo menos, como poderás saber se sou ou não a tua cara-metade? Mas tu podes argumentar. E se correr mal? Senão der certo? Bem pelo menos tentaste e esse é o acto mais nobre que se pode ter. Tentaste, e por acaso correu mal, mas pelo menos vais-te sentir bem contigo própria porque tentaste….
Agora imagina o outro cenário o que eu espero muito que venha a acontecer, corre bem, damo-nos bem, amor mútuo, aquele amor que se diz eterno, inquebrável e indestrutível…
E se ao teres medo e não tentares perderes isto tudo? Não te irás arrepender? Não irás sentir-te mal em não teres tentado? Deixo-te a pensar neste caso…É que a vida é o melhor coisa do universo se não tivermos medo dela. Se tivermos medo da vida e dos seus percalços, viveremos enclausurados na ignorância, num sub mundo onde vivem os fracos, os inadaptados da sociedade os excluídos… E tu não fazes parte desse mundo nem contribuis para o que ele é, tenho mais k a certeza disso, por isso não deixes que o medo invada o teu ser, a tua consciência, a tua mente. Antes, livra-te dele e não deixes que ele te envolva e te leve para esse sub mundo. És muito especial, divertida, espontânea, por vezes tímida (muito poucas vezes), terna, única, o céu (ainda não me esqueci desta…LOL); e a viagem para esse mundo inferior, vai-te tornar uma pessoa chata e enfadonha…Livra-te do medo que te seleccionou como alvo, tu não mereces jamais que o medo te conquiste, pois o medo e um destruidor de pensamentos. Obrigado por existires…Eu adoro-te como és….GIDT


Free Web Site Counter