terça-feira, outubro 04, 2005

O maior erro da minha vida...

Por vezes cometemos erros…como outra pessoa qualquer tudo por causa de uma grande união, de uma grande relação. Embora os fins não justifiquem os meios eu fiz tudo isto em nome da nossa amizade. Estou muito arrependido o que hei-de dizer…sei que só o tempo poderá passar uma borracha por cima disto tudo, sei que fiz mal, mas o que posso agora fazer para corrigir o que fiz? Não vale a pena dizer que o que esta feito esta feito, porque eu sei muito bem disso, só quero que o que existe entre nos nunca se altere. Eu sei que não gostas nada de testes, que estas farta, que estes testes cansam-te. Mas devo dizer então, que a vida ela própria e um teste, um grande teste. E penso que isto foi um teste a nossa grande amizade, e agora? Acho que o passaste, e eu passei? Nem sei o que mais dizer, sei que te andei a contar meias verdades, coisas que por motivo algum não merecias ouvir, só espero que percebas a razão de tudo e que me entendas, se e que o que eu fiz pode ser algum dia entendido, mas se não fores tu a entender quem entenderá? Se a pessoa mais importante da minha vida, a minha melhor amiga, não entende o que eu fiz, mais ninguém entenderá. Deixo aqui para que todos leiam que jamais te voltarei a contar mentiras ou “meias verdades”, o que havia para ser testado já foi, e tu passas com honra e dedicação. Eu prometo que o que haverá entre nos daqui em diante, será uma grande amizade, a prova de tudo e todos, onde apenas reina a verdade e onde a desconfiança e a falsidade são totalmente descriminadas. Pedir desculpa sei que não vale de nada, mas peço na mesma…Ana desculpa, espero que me perdoes e que nada disto afecte a nossa amizade mas sim que a fortaleça. Adoro-te e nunca te esqueças que estarei sempre presente e que sempre poderás contar comigo seja para o que for.


Free Web Site Counter