domingo, outubro 02, 2005

Uma nova presença na minha vida...

Apareceste na minha vida talvez por mera acaso, mas se nela ficaste e porque algo tens dentro de ti que me diz que és especial e que mereces todo o carinho e afecto que alguma vez te poderei dar.
Sem saberes quase nada de mim ajudaste-me numa coisa quem sabe ainda desconhecida para ti… Não bastando isso o destino juntou-nos na mesma turma, onde garças a isto tu foste crescendo cada vez mais dentro de mim, através da convivência, fui descobrindo que eras única com o teu jeito, a tua insegurança e tudo quanto te identifica.
Apesar de termos amigos em comum penso que não foi isso que nos aproximou mas sim a curiosidade que ambos nos caracteriza. E com isto tudo passaste de uma conhecida, para uma amiga com a qual eu sei que posso contar, e que também espero que saiba que também pode sempre contar comigo.
Ana Filipa, nem como te agradecer por tudo o quanto em que me ajudaste nesta curta existência da nossa amizade, anseio que assim continue, porque uma rapariga como tu e daquelas que jamais se quer perder. Agora posso dizer que tudo quanto a minha melhor amiga me contou sobre ti e pouco comparado ao que realmente és, uma rapariga meiga, carinhosa, tímida, mas por vezes extrovertida, embora nada disto te possa totalmente descrever. Obrigado por tudo.

1 Comments:

Blogger Ana Leal said...

De facto, tudo o que o Proença escreveu é verdade. Era impossível descrever-te de forma a que ele te ficasse a amar tal como eu te amo (atenção á interpretação desta fraze LOL). Havia apenas uma forma: conhecendo-te, partilhando contigo todos os momentos importantes e esperando que correspondesses. Aqui fica também o meu obrigado, aos dois.

1:23 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home


Free Web Site Counter