segunda-feira, novembro 07, 2005

Encanto...

Adoro-te muito, meu amor, e tanto
que, ao ver-te, adoro-te, mais e mais ainda
depois de ver-te, meu amor não finda
com o próprio amor do teu encanto.

Que encanto é o teu? Se continua enquanto
sofro atraição dos que, viscosos, prendem
por uma paz da guerra a que se vendem
a pura liberdade do meu canto.

Um cantico da terra e do seu povo
nesta inveção da humanidade inteira
que a cada instante há que inventar de novo...

Tão quase é ou sucessão que passa...
Que encanto é o teu? Deitado à tua beira,
sei que se rasga, eterno, o véu da Graça.

3 Comments:

Blogger Ana Leal said...

O que vale é que ainda há gente feliz e apaixonada!

7:48 da tarde  
Blogger AdamastorXXI said...

Tu tens é dor de cotovelo!

9:52 da tarde  
Blogger Ana Leal said...

E se for??

6:32 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home


Free Web Site Counter