sexta-feira, dezembro 23, 2005

Silogismo



“Penso, logo Existo” (Descartes)

Um bêbado conduz um carro.
A 200 metros de uma curva observa um muro de uma casa.
E pensa:

Um muro é feito de tijolos.
Os tijolos não pensam.
Logo, um muro não pensa.
Se não pensa, não existe.


Conclusão (do bêbado) : Vai em frente.


Free Web Site Counter